Bradley Cooper é o novo amor de Irina Shayk

Há fotografias dos dois a caminha abraçados pelas ruas de Nova Iorque após terem assistido a um filme na Broadway.

A bela manequim russa, de 29 anos, e o galã de cinema norte-americano, de 40, parecem ser o mais surpreendente novo casal desta primavera. E a revista Hola! desta semana tem fotos que o comprovam.

Na edição da revista espanhola que estará hoje nas bancas, Irina Shayk e Bradley Cooper surgem a caminhar abraçados num passeio pelas ruas de Nova Iorque, depois de terem assistido ao filme Finding Neverland, na Broadway, no passado dia 22 de abril - confirmando assim aquilo que já havia sido noticiado pelo Page Six, suplemento do NY Post.

Três dias depois, embora estrategicamente sentados longe um do outro, a ex do futebolista Cristiano Ronaldo (desde o início do ano) e o ex da atriz Suki Waterhouse (desde final de Março) deram novamente nas vistas no jantar de Correspondentes da Casa Branca, em Washington, trocando olhares cúmplices. Os dois seguiram depois para uma festa na residência do embaixador francês, onde passaram o resto da noite em conversa animada. Os dois ter-se-ão conhecido através de amigos comuns.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Patrícia Viegas

Espanha e os fantasmas da Guerra Civil

Em 2011, fazendo a cobertura das legislativas que deram ao PP de Mariano Rajoy uma maioria absoluta histórica, notei que quando perguntava a algumas pessoas do PP o que achavam do PSOE, e vice-versa, elas respondiam, referindo-se aos outros, não como socialistas ou populares, não como de esquerda ou de direita, mas como los rojos e los franquistas. E o ressentimento com que o diziam mostrava que havia algo mais em causa do que as questões quentes da atualidade (a crise económica e financeira estava no seu auge e a explosão da bolha imobiliária teve um impacto considerável). Uma questão de gerações mais velhas, com os fantasmas da Guerra Civil espanhola ainda presente, pensei.