Jane Fonda tem medo do "pouco tempo" que lhe resta

A atriz, de 76 anos, confessou num blogue que se sente uma mulher cada vez mais emotiva e que tem receio de envelhecer e de morrer.

Carolina Morais

"Como é que as pequenas coisas, gestos carinhosos, histórias comoventes, atos de coragem, boas notícias, momentos de introspeção, todas me deixam a chorar ou, pelo menos, à beira das lágrimas?", começou por escrever Fonda no blogue Crying.

"Sinto que as minhas emoções são mais acessíveis do que eram quando eu era mais nova e acho que tem a ver com a idade. Tornei-me maravilhosa e terrivelmente consciente do tempo, do pouco que ainda me resta. Talvez, sem eu estar consciente disso, daqui a poucas décadas, se tiver sorte, vou estar na terra a fertilizar algumas das coisas para as quais olho agora", acrescentou.

A atriz já conta com uma carreira com mais de 50 anos, ao longo dos quais conquistou um Óscar e vários Globos de Ouro. Pelo caminho, teve três casamentos, lutou pelos direitos humanos e venceu um cancro da mama.