Guarda-Costas de Beyoncé morto por taser da polícia

Norman Oosterbroek, de 43 anos, foi detido pela polícia após ter invadido uma casa na Flórida, totalmente nu. Ao ser atingido com uma arma de choque, acabou por morrer.

O responsável pela segurança de Beyoncé e do seu marido, Jay Z, morreu na segunda-feira após ter entrado numa mansão, nu, e ter aterrorizado os moradores. Ao chegar ao local, a polícia teve que recorrer a medidas extremas para conter a agressividade de Norman e imobilizou-o com um taser no peito, cuja intensidade levou à sua morte.

Segundo o comunicado oficial, Norman envolveu-se numa briga com Markus Jung, o proprietário da casa, e nesse momento engoliu uma substância desconhecida. Ao ser atingido com a arma de choque, foi levado para o hospital Baptist, onde acabou por morrer.

Oosterbroek era apelidado de 'gigante irlandês' devido à sua intimidante estatura e era uma dos seguranças mais famosos no mundo da celebridades, uma vez que já foi responsável por proteger Lady Gaga e Nelson Mandela.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG