Família e colegas prestam última homenagem a Augustus

O estilista foi cremado esta segunda feira à tarde, no cemitério do Alto de São João, em Lisboa, depois de uma missa de corpo presente na Basílica da Estrela. Fátima Lopes, Lili Caneças, Cláudio Ramos ou Ramalho Eanes foram algumas das personalidades que estiveram presentes na cerimónia fúnebre.

"O António deixa um legado muito grande, como todos puderam presenciar ao longo destas dezenas de anos. É uma pessoa fantástica, como colega e como amigo, e acho que vai estar sempre presente", sublinhou a também estilista de profissão Fátima Lopes, visivelmente emocionada com o desaparecimento do colega, à entrada da Basílica da Estrela.

Cláudio Ramos fez questão de elogiar a "generosidade" e "serenidade" do costureiro, mas lamentou a não comparecência de muitas pessoas ligadas à moda. "A mim pareceu-me vergonhoso, porque muitos colegas do Augustus deviam cá ter estado hoje", atirou.

Já Lili Caneças, que durante anos a fio usou as suas criações, não deixou de recordar a faceta profissional e criativa do estilista. "Ele tinha um sentido estético apuradíssimo. Amava as mulheres e amava pô-las belas. Deixou um grande legado", frisou.

António Augustus morreu no domingo, aos 64 anos, vítima de cancro. Era casado com Clara Corrêa e tinha duas filhas, Raquel e Bianca.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG