"Eu e a minha mãe não conseguimos estar juntas"

A atriz confessou à revista 'Marie Claire' que, depois do problema com drogas, aos 13 anos, e de ter saído de casa, aos 14, nunca mais conseguiu manter uma relação com a sua mãe, Jaid.

"A minha relação com a minha mãe é tão complicada... Eu sempre fui simpática para ela e ainda o fui mais depois de ter a minha filha, porque tivemos uma conversa fantástica sobre isso", começou por explicar Drew à publicação norte-americana. "No entanto, isso não diminuiu a distância. É o tema mais difícil na minha vida. Nunca estive zangada com ela. Sempre senti culpa e empatia e muita sensibilidade. Mas não conseguimos estar na vida uma da outra neste momento", acrescentou.

No decorrer da entrevista, a atriz falou ainda sobre a sua difícil infância e adolescência. "Quando eu era uma criança, nada era planeado, os mais pais eram tão instáveis e o meu mundo era tão inconsistente... Eu tinha 14 anos quando mudei para o meu próprio apartamento. Tive tanto medo. Não sabia nada. Não sabia que tinha que mandar a comida para o lixo quando se estragava no frigorífico", lamentou.

Barrymore é mãe de Oliver, de um ano, e está à espera de uma outra menina com o marido, o consultor de arte Will Kopelman.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG