Dos insultos de Hollywood à varicela: a semana 'horribilis' de Jolie

Após ter sido insultada pelo produtor Scott Rudin, que a chamou de "fedelha mimada sem talento", a atriz está com varicela e perdeu a ante-estreia do seu novo filme.

Poucos dias depois de ter sido uma das principais lesadas com o ataque informático à norte-americana Sony Pictures, gigante de Hollywood, e que deixou a nu opiniões da indústria pouco favoráveis sobre si, a atriz anunciou que está com varicela, o que a impediu de ir à ante-estreia do seu mais recente filme como realizadora, Invencível, e a tem impedido, também, de viajar pelo mundo para promovê-lo. "O timing da varicela dá-me vontade de rir. Fico de coração partido por perder a ante-estreia", frisou a atriz, em comunicado.

O diagnóstico surge numa altura em que Jolie foi fortemente insultada e criticada por responsáveis da indústria de Hollywood. O ataque informático à Sony Pictures, que se supõe ter sido levado a cabo por um grupo de piratas norte-coreano, divulgou informações confidenciais como contactos e nomes fictícios de estrelas para reservas, além de orçamentos e guiões. Mas também variadas trocas de e-mail. Uma delas foi entre Scott Rudin (produtor de A Rede Social) e Amy Pascal, codiretora da Sony, na qual o responsável chamava Jolie de "uma fedelha mimada e sem talento".

Se não bastasse a polémica com o ataque informático aos dados da Sony e a doença que a vai impedir de promover o seu mais recente filme, este mês também trouxe um sabor amargo para a atriz, que foi ignorada na lista de nomeações para os Globos de Ouro, anunciadas no dia 11, tanto por Invencível como por Maléfica.

Leia mais na edição impressa ou e-paper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG