David Cameron seguiu no Twitter agência de prostituição

De acordo com a cadeia televisiva britânica BBC, David Cameron foi seguidor de uma agência de prostituição de luxo. O governo britânico já esclareceu que o sucedido foi um acto "acidental".

O primeiro-ministro britânico David Cameron seguiu "acidentalmente" através da sua página da rede social Twitter uma agência de prostituição de luxo, segundo explicou, esta quinta-feira, o governo britânico à cadeia televisiva BBC.

Em causa esteve, segundo esclareceu o executivo, um "sistema automático instalado" na conta do primeiro-ministro britânico que levou o líder a seguir por equívoco a agência de prostituição Carlonts of London, localizada em Londres, Inglaterra, e que "oferece as prostitutas de maior qualidade a distintos cavalheiros".

"Antes era utilizado um processo automático para seguir outras contas. É, por isso, que @Number10gov (conta oficial de David Cameron) seguia automaticamente todos seus seguidores", explicou o governo britânico à emissora pública britânica.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG