Condenada por apedrejar carro do ex-gestor do marido

O Tribunal de Guimarães sentenciou, esta manhã, uma multa de 7200 euros a Diana Chaves por ter atirado uma pedra ao carro do ex-gestor de César Peixoto. A atriz deverá recorrer da decisão judicial.

Como consequência do processo levantado por Amâncio Alves, ex-gestor do futebolista César Peixoto, a cara da SIC está sujeita a 120 dias de multa, a 60 euros por dia, o que perfaz um total de 7200 euros.

O caso refere-se à noite de 23 de abril de 2011 em que, segundo o queixoso, Diana Chaves ter-se-à dirigido à sua rua e danificado o seu carro com uma pedra, chegando mesmo a partir um dos vidros. Na altura da acusação, a atriz foi explícita: "Não fiz nada disso e muito menos estive em Guimarães nesse dia. Estava no Porto a trabalhar numa sessão fotográfica".

A declaração de inocência mantém-se pelo que, apurou o DN, a atriz deverá recorrer da sentença.

Nas redes sociais, Rita Ferro Rodrigues já fez questão de deixar uma mensagem de apoio à colega da estação de Carnaxide: "Adoro esta miúda. Querida, doce e bem formada. As pessoas conhecem-te, Di. És linda", escreveu a apresentadora.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG