Carrie Bradshaw tornou-se num pesadelo para Nova Iorque

Sarah Jessica Parker levou a sua coleção de sapatos a West Village, bairro onde a sua personagem de O Sexo e a Cidade morava, e fez fotografias sem pedir autorização.

À semelhança da eterna Carrie Bradshaw da série O Sexo e a Cidade, que despediu-se do pequeno ecrã há dez anos, também Sarah Jessica Parker nutre uma forte paixão pela alta costura e por sapatos. Foi a pensar nisso que a atriz norte-americana decidiu levar a sua coleção de sapatos até ao emblemático bairro West Village, situado em Nova Iorque, onde a sua personagem vivia. E se a ideia agradou os fãs da série, o mesmo não aconteceu com os moradores daquela zona. Muito pelo contrário.

Sarah Jessica Parker despertou a fúria dos proprietários do número 66 da Perry Street - morada da famosa casa habitada pela protagonista da série - ao ter feito uma sessão fotográfica, realizada na semana passada, com dezenas de sapatos... sem ter pedido autorização para tal.

O forte mediatismo da série fez com que o local se tornasse numa zona turística, o que tem deixado os moradores daquele bairro de cabelos em pé.

Sarah Jessica Parker chegou mesmo a publicar fotografias na rede social Instagram com uma fila de sapatos mesmo em frente à placa com a proibição. Ao suplemento Page Six do jornal New York Post, Gerald Banu, presidente da Associação de moradores da Perry Street, mostrou-se desagradado com a atitude da atriz norte-americana. "Ouvi falar da sessão fotográfica. Ninguém pediu permissão os proprietários. O assédio dos fãs de O Sexo e a Cidade ainda é muito intenso", argumentou. "Os moradores ficam consternados com o facto de os passeios estarem sempre cheios de gente", acrescentou.

Leia mais no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG