Bruno Nogueira cancela espetáculo após ameaças

O humorista ia atuar no sábado passado na praça de touros de Montemor-o-Novo, mas foi substituído por Aldo Lima. A organização do espetáculo explica que Nogueira "recebeu ameaças anónimas e constantes", o que levou à mudança de planos.

O cancelamento do espetáculo de Bruno Nogueira, que estava agendado para 12 de julho, aconteceu na sequência de um polémico manifesto feito pela Associação de Tradições e Cultura Tauromáquica (ATCT) que, no seu site, afirmava estar contra a presença do "anti taurino Bruno Nogueira".

Na página de Facebook da Amazing Produções, empresa organizadora do espetáculo, foi divulgado um comunicado a explicar as razões da mudança do artista que iria atuar no sábado passado: "Após um comunicado de um site taurino descontente com o facto do Bruno Nogueira ter espetáculo agendado numa praça de touros, o Bruno está a receber ameaças anónimas e constantes desde o dia de ontem [9 de julho]. Foi então decidido não estarem reunidas condições de segurança para o mesmo".

O DN entrou em contacto com Bruno Nogueira, que não se mostrou disponível para comentar este episódio: "Não tenho nada para dizer". A ATCT, por seu turno, enviou um comunicado às redações, no qual classifica como "missão cumprida" o cancelamento da atuação do humorista.

A associação rejeita, no entanto, qualquer ligação com as alegadas ameaças: "A ATCT desafia quem quer que o entenda fazer, a mostrar e provar que o tenha dito ou escrito em qualquer dos seus comunicados anteriores. Limitamo-nos isso sim, a denunciar aquilo que achámos e achamos de mau gosto fazer dentro de uma Praça de Toiros", pode ler-se no comunicado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG