Bieber ameaça com multa de 3 milhões para evitar fotos

O cantor organizou uma festa na sua mansão em Los Angeles, na sexta-feira, mas forçou os convidados a assinar um acordo de confidencialidade. Se fornecessem informações sobre o evento, teriam que pagar 3 milhões de dólares (2,2 milhões de euros).

O documento assinado pelos presentes na festa foi divulgado pelo site de celebridades norte-americano TMZ. As respetivas cláusulas deixaram bem explícito que os convidados e os empregados não podiam enviar mensagens, usar o Twitter, o telemóvel, o Facebook, gravar imagens ou escrever qualquer tipo de informação que comprometesse a festa, caso contrário teriam que pagar 3 milhões de dólares (cerca de 2.2 milhões de euros).

O site conseguiu ainda obter uma outra versão do mesmo documento que, caso alguma das condições referidas fosse violada, exigia o pagamento não de três mas de cinco milhões de dólares (cerca de 3,7 milhões de euros). A versão final do acordo foi, como sublinhou a publicação, uma "pechincha".

Justin Bieber teve cerca de 100 pessoas dentro da sua mansão, na noite de sexta-feira, e, mesmo lutando para que a festa fosse secreta, não passou despercebido, uma vez que a polícia foi chamada ao local três vezes para lidar com o barulho extremo. Uma das fontes policiais do TMZ garantiu ainda que, quando esteve na mansão do músico, era notório o cheiro a droga.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG