Beyoncé explica direitos das mulheres a Obama

A cantora escreveu um ensaio crítico sobre as divergências sociais e económicas entre homens e mulheres nos EUA, a pedido de uma jornalista que luta pelos direitos das mulheres, e que será avaliado por Barack Obama.

"A igualdade de género ainda não é uma realidade. Hoje, as mulheres formam metade da força de trabalho nos Estados Unidos, mas uma mulher trabalhadora ganha apenas uma média de 77% do que um homem ganha. A não ser que mulheres e homens digam que isto é inaceitável, as coisas não vão mudar", pode ler-se no texto, intitulado A Igualdade de Género é um Mito!, redigido por Beyoncé.

"Temos que ensinar aos nossos rapazes as regras de respeito e igualdade, para que enquanto eles cresçam, a igualdade de género seja uma forma natural de vida", sublinha ainda a artista.

As palavras da artista fazem parte de uma obra de 400 páginas,The Shriver Report, escrita pela jornalista Maria Shriver Kennedy, que compila vários ensaios sobre aspetos sociais que afetam as mulheres, e que já foi enviada para ser sujeita à avaliação de Barack Obama.

Para além de Beyoncé, também Eva Longoria, Jennifer Garner ou Hillary Clinton contribuíram para a causa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG