Benedict Cumberbatch revela ter sido raptado em África

Em entrevista ao site 'The Hollywood Reporter', o ator da série 'Sherlock' relatou a assustadora experiência de ter sido raptado durante a noite, há cerca de oito anos, no continente africano.

"Estávamos em África do Sul, em Kwazulu-Natal, uma cidade fantástica a norte de Durban", começou Cumberbatch por contar, referindo-se a uma viagem de carro que fez com dois amigos, em 2005, numa pausa das gravações da minisérie To The Ends Of The Earth. "Estava frio e estava escuro. Eu estava muito cansado. Estávamos desconfiados porque aquele era uma lugar perigoso para estarmos a conduzir. De repente, o pneu da frente rebentou, por isso fomos buscar o suplente, o que significou tirarmos toda a nossa bagagem para fora", continuou.

Enquanto tiravam o pneu, seis vultos surgiram no meio da escuridão e exigiram que o ator e os seus amigos lhes entregassem todo o dinheiro ou drogas que pudessem ter. "Nesse momento, a adrenalina explodiu no meu corpo", confessou, emocionado. Os raptores levaram-nos no carro e, a dada altura, pararam o veículo e atiraram o ator para o chão. "Eu estava com medo, com muito medo. Eu disse: 'O que é que vão fazer connosco? Vão matar-nos?'. Eu estava seriamente preocupado por poder ser violado, molestado ou torturado num qualquer ato de selvajaria", vincou o ator.

Felizmente para Benedict, os raptores acabaram por deixá-los ali e desaparecer sem explicação. "Aquilo realmente enriquece o valor que dás à vida. É muito importante", sublinhou. Mais tarde, apareceu um estranho que os ajudou: "Olhei para a cara daquele homem negro e chorei com gratidão", rematou.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG