Morte de enfermeira gera onda de apoio na Internet

A morte de Jacintha Saldanha, que atendeu o telefonema em que dois radialistas australianos se fizeram passar pela Rainha Isabel II e príncipe Carlos, está a criar uma onda de apoio nas redes sociais. A família da enfermeira já pediu "privacidade nesta altura difícil".

Hoje, horas depois da descoberta do seu corpo, já tinham sido criados no Facebook pelo menos sete páginas sobre a enfermeira onde os internautas mostram o seu lamento pelo fim trágico de Jacintha Saldanha, solidariedade com a sua família e fúria contra os radialistas australianos. Nessas páginas são ainda publicadas imagens como sendo da enfermeira. Dos primeiros grupos a serem criados foram o Jacintha Saldanha R.I.P., onde se divulga a foto que reproduzimos nesta página, e o R.I.P Jacintha Saldanha, que conta com quase mil seguidores.

Também na internet já foi colocada uma petição que pede "justiça para a morte de Jacintha Saldanha cometida pelos DJ australianos.

A família de Jacintha emitiu um comunicado em que pede privacidade e agradece que todas as perguntas sobre o caso sejam feitas à polícia. "Nós como família estamos profundamente tristes pela perda da nossa amada Jacintha. Pedimos que os media respeitem a nossa privacidade nesta altura difícil. Pedimos que dirijam as vossas perguntas à polícia", refere o comunicado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG