ModaLisboa arranca sexta-feira no Pátio da Galé

Os desfiles da 43.ª edição da ModaLisboa, onde serão apresentadas coleções para a primavera do próximo ano, decorrem entre sexta-feira e domingo no Pátio da Galé sob o tema 'Legacy', mas na quinta-feira já há conferências.

Ao todo, durante três dias, serão apresentadas as coleções de 13 designers de moda portugueses, dois estrangeiros (um francês e um polaco), uma marca brasileira e de 12 jovens (quatro deles em duplas), estes no âmbito da plataforma Sangue Novo, mostra de novos talentos.

No calendário da iniciativa para esta edição destaca-se a estreia na ModaLisboa de Carlos Gil, criador do Fundão que, desde 2006, é responsável pelo guarda-roupa da mulher do Presidente da República, Maria Cavaco Silva.

Na quinta-feira já há 'Fast Talks', conferências rápidas sobre moda, design, empreendedorismo e inovação, pelas 18:00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Sob o tema "Legacy" ("Legado"), os desfiles arrancam na sexta-feira, pelas 18:00, no Pátio da Galé, com a plataforma Sangue Novo.

Num desfile coletivo, 12 jovens designers de moda, oito em nome individual (Olga Noronha, Catarina Oliveira, Inês Duvale, Juliana Cunha, Nair Xavier, Cristina Real, Andrea Lazzari e Joaquim Correia) e quatro em dupla (Banda, de Aloísio Rodrigues e Tiago Loureiro, e Rua 148, de Elisa Boto e Francisca Veiga) vão apresentar as suas criações.

Na sexta-feira são ainda apresentadas as coleções de Alexandra Moura e Ricardo Preto, esta última nos Paços do Concelho.

Para sábado estão marcados os desfiles dos convidados desta edição, o francês Christophe Sauvat e o polaco Michal Szulc, da marca brasileira Cia. Marítima e dos portugueses Ricardo Andrez, Filipe Faísca, Luís Carvalho, Carlos Gil e Miguel Vieira (coleção de homem).

No domingo, são apresentadas as coleções de Dino Alves, Pedro Pedro, Valentim Quaresma, Saymyname, Kolovrat, Miguel Vieira (mulher) e Nuno Gama.

Os desfiles são acessíveis apenas por convite, mas a ModaLisboa tem iniciativas abertas à população em geral: as 'Fast Talks', a exposição de fotografia 'Workstation' e o 'Wonder Room', uma 'pop-up store' que reúne uma seleção de marcas de design portuguesas.

Nos Paços do Concelho, a partir das 21:30 de sexta-feira, é possível visitar-se a 'WorkStation', que irá sendo construída enquanto decorre a ModaLisboa, com trabalhos de Arlindo Camacho, Carla Pires, Pedro Duarte Jorge e Ricardo Santos.

Também nos Paços do Concelho, mas na Sala do Arquivo, entre as 16:00 e as 21:00 de sexta-feira e entre as 15:00 e as 21:00 de sábado e de domingo, estará aberto ao público o 'Wonder Room', com quinze pontos de exposição e venda, que incluem três dos jovens do Sangue Novo: Catarina Oliveira, Cristina Real e Nair Xavier.

Esta edição da ModaLisboa volta a contar com o apoio da Câmara, que, além da cedência de espaços, contribui com uma verba.

A 30 de janeiro foi aprovado um novo protocolo de cooperação entre a Câmara e a Associação ModaLisboa, que prevê a realização de seis edições (duas em 2013, duas em 2014 e duas em 2015).

O financiamento da autarquia a esta edição, tal como na anterior, é de 317.500 euros.

A 43.ª edição fica também marcada pela ausência dos criadores Nuno Baltazar, Luís Buchinho e Aleksandar Protic, presenças habituais na ModaLisboa.

Nuno Baltazar disse à Lusa que não irá apresentar coleção na ModaLisboa por questões de agenda, mas que o fará mais tarde, no Porto, e Luís Buchinho afirmou que "em termos de agenda é impossível" apresentar coleção nesta edição.

De acordo com a Associação ModaLisboa, nesta estação "Aleksandar Protic não apresenta coleção em desfile".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG