Militares usaram imagem de Glenn Close

A actriz está indignada com o uso da sua imagem no vídeo de um alto responsável pelo porta-aviões USS Enterprise.

Quando, há quatro anos, Glenn Close visitou o USS Enterprise e aceitou deixar-se filmar com uma farda militar, jamais imaginou que essas imagens fossem utilizadas num vídeo cómico com teor sexual. "Estou muito chateada por terem usado a minha imagem sem autorização para algo que eu simplesmente abomino", disse, referindo-se aos comentários homofóbicos presentes nas filmagens.

A actriz norte-americana, de 63 anos, divulgou a mensagem através da sua agente, Catherine Olim, classificando o vídeo de "cínico" e "ultrajante".

No vídeo, divulgado esta semana pelas televisões em todo o mundo, Owen P. Honors Jr. surge a insultar homossexuais. A imagem de Glenn Close, sentada numa das salas do porta-aviões, aparece como se estivesse a autorizar as ofensas proferidas pelo capitão, entretanto demitido pelo comando da Marinha norte-americana.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG