Mariah Carey: "bruxá má" acusada de ignorar doença da irmã

Cantora é criticada por ter recusado pagar as despesas médicas da irmã, atualmente hospitalizada

Para milhões de fãs em todo o mundo, Hero é uma das músicas mais populares no catálogo de Mariah Carey. Os seus familiares, pelo contrário, não a veem como uma heroína. Morgan Carey, o irmão da cantora, afirmou numa entrevista ao jornal britânico The Sun que esta não passa de "uma bruxa má", "sem coração", que se recusa a pagar as despesas médicas da irmã de ambos, portadora do vírus do sida e, atualmente, a lutar pela vida.

"Ela provavelmente gasta mais em comida de cão do que aquilo que precisaria de gastar para garantir que a sua irmã é tratada devidamente", frisou Morgan, de 51 anos, que não fala com a artista pop há mais de dois anos.

Segundo ele, Carey nem sequer apareceu no hospital quando a sua irmã, de 54 anos, foi hospitalizada, no ano passado. "Felizmente, a Alison teve uma recuperação milagrosa, mas agora ela precisa de cirurgia ao cérebro e à coluna vertebral. A Alison tem tentado, desesperadamente, vezes sem conta, contactar Mariah", conta ainda o irmão do meio.

Outra das razões que levou Morgan a afastar-se da cantora foi o facto de esta não ter, alegadamente, respondido ao e-mail que este lhe enviou quando a sua mulher sofreu um aborto. "Mas isso já é típico, porque o mundo tem que girar à volta da Mariah".

Sobre o mais recente casamento da intérprete de Hero, o terceiro, com o bilionário James Packer, Morgan não acredita que seja baseado em amor verdadeiro. "Não acho, sequer, que a Mariah esteja apaixonada pelo James. Ela é má. Sempre foi assim. É pelo anel de noivado milionário que ela está apaixonada", rematou.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG