Maitê Proença grava novo vídeo a pedir desculpas

Uma reportagem da actriz Maitê Proença, gravada em 2007,  e posta a circular na Internet, tem gerado uma reacção epidérmica. A actriz já pediu desculpas aos portugueses, em declarações ao 'O Globo', e repetiu o pedido gravando novo vídeo, que publicou no Youtube.

A actriz brasileira Maitê Proença já pediu desculpas aos portugueses e diz que tudo não passou de uma brincadeira. "Se eu ofendi algum português com isso, peço desculpas. Mas acho que está faltando humor nas pessoas", diz a actriz e apresentadora, citada pelo site do jornal brasileiro O Globo.

Em causa está um vídeo de 2007 (ver no final do texto), mas que só agora deu que falar. Maitê Proença gravou uma reportagem para o programa do canal GNT, Saia Justa, em que ridiculariza Portugal com passagens como "(Sintra) é uma vilazinha" ou Salazar "esteve perto de 20 anos no poder". Esta última denuncia também um erro histórico - não o único - como aquele em que se refere ao estuário do Tejo como "mar". No final do vídeo, Maitê Proença cospe para o ar numa das atitudes mais condenadas entre comunidades como o Facebook e o Twitter.

Depois da polémica, que correu na Internet e gerou uma petição online em que é exigido um pedido de desculpas da actriz, Maitê veio explicar-se, dizendo que "só quem não vê o Saia Justa poderia levar isso a sério". E recorda que já veio a Portugal mais de 20 vezes, considerando-se "uma portuguesa", porque o seu avô, Augusto Galo, era português, com direito a estátua no Clube Ginásio.

No site O Globo a actriz diz ainda que "tudo não passou de uma brincadeira" e que "no programa [Saia Justa], a gente ironiza até o presidente Lula".

VÍDEO DE 2007 

VÍDEO A PEDIR DESCULPAS 

Veja aqui a petição

Veja aqui o site o Globo

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG