Whitney Houston foi alvo de chantagem de 1992

O FBI divulgou hoje na sua página da internet uma série de ficheiros relativos à década de 1988 a 1999, espaço de tempo em que conduziu três investigações a pedido da cantora que morreu a 11 de fevereiro de 2012.

Os diferentes ficheiros mostram que, no período em causa, a cantora foi alvo de uma tentativa de chantagem quando alguém considerado próximo de Whitney Houston tentou que esta lhe entregasse cerca de 190 mil euros em troca de não divulgar "informações privadas" sobre a sua vida.

A tentativa de chantagem coincidiu com a época em que Whitney casou com Bobby Brown. Boa parte da transcrição do interrogatório da cantora encontra-se censurado.

Nas mais de 120 páginas agora divulgadas encontram-se também uma série de cartas de fãs obsessivos, mas que as autoridades federais consideraram não haver matéria criminal. Apenas excesso de fixação na intérprete de 'I Will Always Love You'. Por exemplo, um fã americano, enviou-lhe mais de 70 cartas no espaço de 17 meses.

Num outro caso, no último ano dos ficheiros agora divulgados, Whitney recebeu uma série de cartas e cassettes de um autoproclamado "Presidente da Europa", que comprara o Brasil e que pagara a campanha de Nelson Mandela em 1994, nas primeiras eleições do pós-Apartheid!

Whitney Houston morreu na noite de 11 de fevereiro, um dia antes da cerimónia dos 'Grammies', aos 48 anos, devido a paragem cardíaca induzida pelo consumo de cocaína.

Ler mais

Exclusivos