Viúva confirma: Marlon Brando e Richard Pryor foram amantes

Quincy Jones sugeriu que o ator e o comediante teriam dormido juntos. A viúva do segundo já veio dizer que foi verdade

Aos 84 anos, Quincy Jones dá-se ao luxo de dizer o que quer e como quer. Numa entrevista reveladora ao site Vulture não escolhe as palavras para sugerir que Marlon Brando teve um caso com o comediante Richard Pryor. É uma frase no meio de uma opinião acerca do ator de O Padrinho e quase não se dá por ela. Só que, entretanto, a mulher do comediante decidiu vir a público confirmar que os dois foram mesmo amantes.

O célebre compositor e produtor discográfico Quincy Jones, responsável pelos maiores sucessos de Michael Jackson, estava a discutir a diferença entre talento e técnica quando Marlon Brando veio à conversa. Questionava se os músicos conheciam tango, samba, bossa nova, salsa, cha-cha-cha e o jornalista admitiu que talvez não o cha-cha-cha. De repente, Quincy Jones disse: "[Marlon] Brando costumava dançar cha-cha-cha connosco. Ele dançava como o caraças. Era o filho da p... mais charmoso que já conheceste. Ele iria para a cama com qualquer coisa. Qualquer coisa. Até uma caixa do correio. James Baldwin, Richard Pryor. Marvin Gaye".

Na entrevista, o assunto ficou por aqui, mas a viúva do comediante Richard Pryor confirmou que este e Marlon Branco tiveram um caso. Jennifer Lee Pryor disse ao TMZ que o marido não teria vergonha dos comentários feitos por Quincy Jones, que era muito aberto em relação à bissexualidade e que o assunto estava bem documentado em diários que escrevia e que serão publicados ainda este ano.

"Eram os anos 1970. As drogas ainda eram boas, especialmente os quaaludes", disse, acrescentando que se se consumisse cocaína suficiente se iria para a cama com um radiador e enviar-se-iam flores no dia seguinte.

Ler mais

Exclusivos