Turista fotografou último jantar de James Gandolfini

Horas antes de morrer de enfarte, o ator James Gandolfini jantou num restaurante de Roma, cidade onde se encontrava para assistir a um festival de cinema. Os resultados da autópsia ao protagonista do mafioso Tony Soprano, de 51 anos, devem ser conhecidos hoje.

Descontraído e de pólo azul escuro é como James Gandolfini aparece nas fotografias tiradas por um turista e agora publicadas no New York Daily News naquele que pode ter sido o último jantar do ator antes de morrer, de enfarte, na noite de quarta para quinta-feira em Roma.

Por lei os médicos legistas italianos têm 24 horas para apresentar os resultados da autópsia após a entrada do corpo na morgue. No caso de Gandolfini os resultados devem ser conhecidos hoje.

O ator americano de origens italianas sofreu um enfarte e foi levado para o hospital Umberto I de Roma. Depois de vários minutos a tentar reanimá-lo, os médicos acabaram por declarar o óbito.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.