Taylor Swift descreve em julgamento o alegado assédio sexual

A famosa cantora testemunhou contra o dj de Denver, David Mueller que nega a acusação

Taylor Swift testemunhou, na manhã desta quinta-feira, no julgamento de alegado assédio sexual contra o dj David Mueller.

"Ele apalpou-me por baixo do meu vestido. Foi por baixo do meu vestido". afirmou a cantora ao júri.

Swift usou uma foto, tirada depois de uma atuação em 2013, onde aparece ao lado de Mueller, como prova do momento quando ele a apalpou. "Eu afastei-me dele, visivelmente desconfortável".

Quando o dj de Denver respondeu, dizendo que ela permaneceu no local como se nada tivesse acontecido, a cantora argumentou que não queria desapontar os fãs que estavam à espera, e por isso aguentou o máximo que conseguiu. "Isto é algo que eu não queria que fosse público", disse ela.

O juiz acedeu ao pedido para manter a imagem confidencial, mas o site TMZ obteve-a e publicou-a, estando já a ser muito reproduzida por outros media e nas redes sociais.

A cantora afirmou ainda que mencionou o incidente 15 minutos depois ao seu fotógrafo Stephanie Simbeck

O segurança Greg Dent também testemunhou, no mesmo sentido de Taylor Swift.

Na quarta-feira, a mãe da cantora foi chamada a depor, garantindo não ter qualquer razão para duvidar da filha. Disse mesmo que "quis vomitar" quando a cantora lhe contou do incidente.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Pessoas
Pub
Pub