Sofía Vergara aconselhada a reduzir tamanho do peito

Quando chegou aos EUA, a atriz de "Uma Família Moderna" foi aconselhada a diminuir o tamanho do peito se queria triunfar no mundo do cinema e televisão. Sofía Vergara nunca pensou em aceitar a sugestão, mas admite que em alguns castings se sentia "um pouco diferente".

A atriz de 40 anos que alcançou o sucesso com a sua personagem em "Uma Família Moderna" diz que sempre teve muito orgulho nas suas "curvas femininas", mas quando chegou aos EUA para apostar numa carreira como atriz, encontrou alguns managers que a aconselhavam a reduzir o tamanho do peito.

A justificação é que dessa forma teria mais probabilidade de triunfar no difícil mundo do cinema e televisão. Porém, Sofía Vergara nunca sequer pensou em diminuir o peito e o tempo deu-lhe razão... e três nomeações para os Emmys pelo seu papel de Gloria Delgado.

A confissão foi feita num programa colombiano, no qual admitiu ainda que tem algumas "limitações" como atriz, salientando que vai aprendendo com o tempo e que, por isso, a comédia é o estilo que lhe assenta melhor.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.