Sedução solidária. Socorristas da Cruz Vermelha em novo calendário

Socorristas querem angariar dinheiro para comprar uma nova ambulância

As socorristas das Cruz Vermelha de Vilela de Paredes voltaram a posar para um calendário sensual. Pela terceira vez, as socorristas pretendem recolher fundos para a instituição mas, se no passado o objetivo era concluir as obras na sede, agora as "modelos" querem comprar uma nova ambulância.

O cariz generoso do calendário, que mostra fotografias de 13 mulheres, é ainda reforçado pelo nome do projeto: sedução solidária.

O calendário já está à venda e as socorristas esperam conseguir cumprir o seu objetivo, tal como fizeram no passado. "Esperamos ter o mesmo sucesso das edições anteriores, nas quais vendemos mais de mil calendários por ano", afirmou Mariana Silva, uma das coordenadores do projeto, ao Jornal de Notícias.

O calendário de 2017 vai ser, no entanto, um pouco, diferente pois vai mostrar que as socorristas podem ser sexy's estando "totalmente fardadas", explicou a coordenadora.

Ao mesmo tempo que pedem apoios para a Cruz Vermelha, as socorristas estão a promover a indústria mobiliária de Paredes. Os cenários das fotografias são empresas ligadas ao mobiliário e a Casa da Cultura de Paredes. A produção do calendário foi ainda patrocinada em parte por empresas da "Rota dos Móveis", slogan da campanha para promover a indústria de mobiliário de Paredes.

O calendário custa cinco euros e pode ser comprado na sede da Delegação de Vilela da Cruz Vermelha ou através do Facebook.

Ler mais

Exclusivos

Premium

educação

O que há de fascinante na Matemática que os fez segui-la

Para Henrique e Rafael, os números chegaram antes das letras e, por isso, decidiram que era Matemática que seguiriam na universidade, como alunos do Instituto Superior Técnico de Lisboa. No dia em que milhares de alunos realizam o exame de Matemática A, estes jovens mostram como uma área com tão fracos resultados escolares pode, afinal, ser entusiasmante.