Renée Zellweger. Uma mulher feliz, realizada e sem filhos

"Nunca pensei muito sobre isso [ser mãe] nem sobre outros aspetos da minha vida, sinceramente", explicou em entrevista à "ExtraTV"

Depois de ter feito uma pausa de seis anos, Renée Zellweger está de volta com o filme Bridget Jones's Baby. A atriz norte-americana tem-se desdobrado em entrevistas para promover o seu mais recente trabalho, mas a conversa acaba por recair invariavelmente na sua vida pessoal.

Aos 47 anos, Zellweger não tem filhos e não parece estar preocupada com isso. E nem mesmo o facto de a sua Bridget Jones ser mãe no grande ecrã influenciou a posição da artista, que prefere não fazer planos e deixar-se levar pelo que a vida lhe vai oferecendo.

"Nunca pensei muito sobre isso [ser mãe] nem sobre outros aspetos da minha vida, sinceramente", explicou em entrevista à ExtraTV. "Tenho estado sempre aberta ao que vai surgindo, curiosa para saber o que vai acontecer a seguir. Não tenho feito planos na minha vida nem deliberado aquilo que me pode fazer feliz", acrescentou.

Ainda em agosto, Renée Zellweger decidiu escrever uma carta aberta no jornal Huffington Post, na qual negou ter feito uma cirurgia plástica, conforme chegou a ser noticiado. "Ninguém teve nada que ver com isso, mas eu não tomei a decisão de alterar a minha cara nem fiz nenhuma cirurgia nos meus olhos", justificou a atriz, negando a especulação gerada em 2014, que surgiu durante a cerimónia de entrega dos prémios Women in Hollywood, da revista Elle, que se realizou em Los Angeles, EUA.

Agora, foi a vez de a atriz que veste a pele de Bridget Jones afirmar que não precisa de ter filhos para ser uma mulher feliz. Foi também ao Huffington Post que a atriz Jennifer Aniston mostrou a sua revolta pelo facto de estar constantemente a ser alvo de notícias que dão conta de uma alegada gravidez. "Para que fique claro, não estou grávida. Apenas estou farta", desabafou a atriz, também de 47 anos.

Há um ano, Kim Cattrall já tinha colocado o dedo na ferida ao criticar o estigma que existe em torno das mulheres que nunca foram mães. "Parece que somos menos porque nunca tivemos filhos", lamentou a artista, de 60 anos.