Princesa Mako adia casamento por falta de preparação

Cerimónia estava marcada para novembro deste ano. Não acontecerá tão cedo

A neta mais velha do imperador japonês Akihito decidiu adiar o noivado e o casamento pelo menos até 2020. A princesa Mako, que em maio do ano passado anunciara a intenção de abdicar do estatuto real para se unir a um plebeu, alega não estar preparada para um passo tão importante.

Num comunicado citado pela imprensa internacional, a princesa e o noivo, Kei Komuro, ambos com 26 anos, decidiram que precisavam de mais tempo para se prepararem para o matrimónio, que estava agendado para 4 novembro deste ano. A cerimónia de noivado estava agendada já para 4 de março.

"Acreditamos que apressámos vários aspetos", disse a princesa. "Quero pensar no casamento de forma mais profunda e concreta e ter tempo suficiente para preparar o casamento e o pós-casamento".

A princesa explica que o adiamento será até 2020, após várias cerimónias importantes para a família imperial japonesa, cujo imperador vai abdicar a 30 de abril do próximo ano. A sucessão será assegurada, no dia seguinte, pelo príncipe Naruhito.

Essa mesma nota garante não haver qualquer relação com notícias recentes de uma disputa familiar entre a mãe do noivo e a antiga namorada deste sobre despesas de educação efetuadas por ele. "A intenção de se casarem não mudou de todo", afirmou um responsável da Agência da Casa Imperial citado pelo Japan Times. Outra fonte do mesmo organismo admite ao jornal que o adiamento pode ser positivo, permitindo aos noivos resolver eventuais conflitos.

(Notícia corrigida: o adiamento é até 2020 e não até 2010 como, por lapso, estava na primeira versão)

Ler mais

Exclusivos