Morreu Roger Bordage, presidente do grupo de sobreviventes do Holocausto

Roger Bordage, à direita

Tinha 92 anos

Roger Bordage morreu aos 92 anos. Sobreviveu ao Holocausto, lutou pela resistência francesa e era, desde 2010, presidente do International Sachnhause Committee. Era presidente do grupo dos sobreviventes do Holocausto.

Dietmar Woidke, presidente do estado alemão de Brandemburgo, falou sobre a morte de Bordage, que recebeu a maior honra da região, em 2014.

"Roger Bordage providenciou um grande serviço ao fornecer as suas memórias sobre as atrocidades nazis no campo de concentração de Sachsenhausen às gerações mais jovens", afirmou, de acordo com a Reuters.

Os comités sobre Sachsenhausen são organizações de pessoas que estiveram presas em campos de concentração nazis. Formados depois da II Guerra Mundial, estes grupos têm como objetivo educar sobre o que foi feito durante o regime Nazi.

Nascido em Paris, a 1925, foi preso pelos nazis em 1943 enquanto lutava pelas forças francesas. Foi então transportado para o campo de concentração de Sachsenhausen, cerca de 35 quilómetros a norte de Berlim.

"Perdemos uma pessoa que lutou contra o fascismo e a ditadura durante a sua vida inteira", afirmou Christian Goerke, líder da esquerda em Brandemburgo

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Pessoas
Pub
Pub