Miss Universo. E a mulher mais bonita do mundo é...

A miss sul-africana ajuda a treinar outras mulheres em técnicas de autodefesa, um interesse que saiu reforçado quando há cerca de um mês foi sequestrada

Veio da África do Sul a última vencedora do concurso Miss Universo, que se realizou no domingo à noite em Las Vegas, nos Estados Unidos. Demi-Leigh Nel-Peters, de 22 anos, é da província do Cabo Ocidental e concluiu recentemente a licenciatura em Gestão.

Esta sul-africana ajuda a treinar outras mulheres em técnicas de autodefesa, um interesse que saiu reforçado quando há cerca de um mês foi sequestrada e lhe apontaram uma arma, cerca de um mês depois de ganhar o título de Miss África do Sul.

Em segundo lugar ficou a Miss Colômbia, Laura González, de 22 anos. O terceiro lugar foi para a foi Miss Jamaica, Davina Bennett, de 21, uma modelo que estuda Marketing.

Esta foi a 66ª edição do concurso de beleza.

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.