McCartney ainda não sabe como vai votar no referendo

O ex-Beatle diz que não está ansioso ou preocupado com o resultado do referendo de junho

O antigo Beatle Paul McCartney ainda não decidiu se vai votar sim ou não à saída do Reino Unido da União Europeia, no referendo de 23 de junho, mas diz que se sente confortável com qualquer que seja a decisão dos compatriotas.

"Toda a gente com quem falo vai de um extremo ao outro. Eu também, ainda não decidi", disse o cantor ao jornal francês Le Parisien.

No entanto, McCartney não está ansioso ou preocupado com o resultado. "Continuo a ouvir os argumentos, as razões para ficar ou sair. Mas tenho a certeza de que a melhor decisão será tomada no próximo mês", acrescentou o antigo Beatle, que está em França para um concerto.

Há outras estrelas mais preocupadas com o referendo e algumas já fizeram questão de tornar público o seu voto: atores como Benedict Cumberbatch, Helena Bonham Carter, Emma Thompson ou Keira Knightley vão votar pela permanência, por exemplo.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os irados e o PAN

A TVI fez uma reportagem sobre um grupo de nome IRA, Intervenção e Resgate Animal. Retirados alguns erros na peça, como, por exemplo, tomar por sério um vídeo claramente satírico, mostra-se que estamos perante uma organização de justiceiros. Basta, aliás, ir à página deste grupo - que tem 136 000 seguidores - no Facebook para ter a confirmação inequívoca de que é um grupo de gente que despreza a lei e as instituições democráticas e que decidiu fazer aquilo que acha que é justiça pelas suas próprias mãos.