Marido da rainha da Dinamarca não quer ser sepultado ao lado da mulher

A rainha Margrethe e o príncipe Prince Henrik em abril de 2016

O príncipe Henrik da Dinamarca anunciou esta quinta-feira que não quer ser sepultado ao lado da mulher, a rainha Margrethe, dizendo sentir-se infeliz por nunca ter sido reconhecido como seu igual

Henrik, de 83 anos, casou-se com a rainha Margrethe em 1967, tendo sido mais tarde nomeado príncipe consorte, mas disse ao longo dos anos que gostaria de tornar-se rei consorte. Na Dinamarca, uma princesa tradicionalmente torna-se rainha quando o seu marido ascende ao trono.

"Não é segredo que o príncipe sente-se infeliz há muitos anos com o seu papel e com o título que lhe foi atribuído na monarquia dinamarquesa. Este descontentamento tem aumentado cada vez mais nos últimos anos", afirmou ao jornal BT a diretora de comunicação da Casa Real da Dinamarca.

"Para o príncipe, a decisão de não ser sepultado ao lado da rainha é a consequência natural de não ter sido tratado de igual forma à sua esposa, por não ter tido o título e o papel que desejava", acrescentou a mesma responsável.

O príncipe Henrik retirou-se da vida pública no ano passado e renunciou ao título de príncipe consorte. Desde então tem passado a maior parte do seu tempo na sua vinha privada em França, país de onde é natural, apesar de ainda continuar casado com a rainha e oficialmente ainda viverem juntos.

Era esperado que Henrik ficasse ao lado da rainha Margrethe, de 77 anos, que será sepultada num sarcófago na catedral de Roskilde.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Pessoas
Pub
Pub