"A minha mãe foi convidada a deixar a minha casa"

Luciana Abreu esclareceu no Facebook, através de um comunicado, as notícias que davam conta de um afastamento entre a atriz e cantora e a sua mãe, Ludovina.

Na sequência de algumas notícias que davam conta que Luciana Abreu e a mãe, Ludovina, estariam de "costas voltadas" e que a progenitora da atriz da SIC teria saído de sua casa, em Cascais, a também cantora emitiu um comunicado no Facebook a explicar a sua atual situação familiar.

"A minha mãe, Ludovina Abreu, não saiu de minha casa. A minha mãe foi, por mim, convidada a deixar a minha casa, por motivos de desentendimento entre nós, por perda da minha confiança, por motivos pessoais e que apenas à família interessam. Para o efeito, acordamos, e assim estou a cumprir, em lhe pagar uma renda de um apartamento, uma mensalidade e um automóvel à sua disposição", começa por explicar Luciana Abreu.

Depois de alguns artigos na imprensa terem referido que a atriz está a viver com uma denominada "amiga especial", que a tem ajudado a tratar das duas filhas, Luciana acrescenta que se trata de uma "amiga de infância" que sempre a ajudou na vida e na carreira e referiu-se ainda às insinuações sobre a sua orientação sexual.

"Não julguem que me ofende o que se tentou, maleficamente dizer, que eu vivo com uma amiga especial mas, o que me revolta, é terem tentado, de forma ignóbil, denegrir a minha imagem e de uma grande amiga minha, tentando fazer uma conotação absurda e monstruosa, porque não é verdade. [...] Não sou homofóbica, ninguém tem nada a ver com o que eu penso e que se enganem os que julguem que a minha mãe saiu de minha casa porque acha que a minha amiga exerce uma má influência sobre mim. As más influências sobre mim acabaram quando a minha mãe e a minha irmã deixaram de viver na minha casa", frisa a cantora na rede social.

Ler mais

Exclusivos