Kevin Spacey "apagado" de filme de Ridley Scott a mês e meio da estreia

Cenas em que entrava o ator vão voltar a ser gravadas com Christopher Plummer

O ator Christopher Plummer vai regravar todas as cenas em que entrava Kevin Spacey no novo filme do realizador Ridley Scott. A decisão de substituir Spacey, na sequência do escândalo sexual em que o ator se viu envolvido nas últimas semanas, foi tomada pelo cineasta de forma unilateral e comunicada na tarde de quarta-feira à Sony, avança a imprensa norte-americana.

Plummer vai agora interpretar o papel de J. Paul Getty no drama policial All The Money in the World ("todo o dinheiro do mundo", numa tradução literal), sobre o rapto do neto do milionário norte-americano.

O TMZ refere mesmo que os protagonistas do filme, Mark Wahlberg e Michelle Williams, estão de acordo com a decisão de Ridley Scott e disponíveis para regravar as cenas que forem necessárias. Plummer terá sido a primeira opção do realizador para o papel, mas acabou substituído por Spacey por imposição do estúdio, que queria um nome com maior impacto.

O filme é uma das grandes apostas da Sony para os Óscares do próximo ano, daí os executivos terem concordado com a decisão inesperada do realizador, que tem dirigido êxitos como Alien ou Blade Runner - a presença de Spacey deveria condenar à partida a longa-metragem, perante as acusações de agressões sexuais ao ator.

Spacey filmou as cenas para o filme em oito dias, e em muitas aparecia sozinho, pelo que a substituição por Plummer não deverá levantar problemas graves, ainda que falte apenas um mês e meio para a estreia de All The Money in the World.

Ontem, quarta-feira, soube-se que há quatro novas acusações de assédio sexual a Kevin Spacey, que na sequência do escândalo já veio a público pedir desculpa e assumir a homossexualidade. De acordo com a BBC, três das denúncias são de homens mas uma foi feita por uma mulher.

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Pessoas
Pub
Pub