Jane Fonda revela que foi violada e vítima de abuso sexual na infância

Atriz deu entrevista a Brie Larson, publicada numa revista digital

Jane Fonda revelou em entrevista que foi violada e vítima de abusos sexuais em criança. A atriz oscarizada, filha de Henry Fonda, fez as revelações numa entrevista publicada na The Edit, revista digital da Net-A-Porter, loja online de moda de luxo.

A entrevista foi conduzida por outra atriz, Brie Larson, que no ano passado venceu o Óscar da Academia na categoria de melhor atriz. Jane Fonda, que tem 79 anos, revela como cresceu numa comunidade dominada pelos homens e que chegou a perder um emprego porque rejeitou os avanços sexuais do patrão. "Para te mostrar o quanto um sistema patriarcal faz sofrer as mulheres: fui violada, fui abusada sexualmente quando era criança, fui despedida porque não dormi com o meu chefe e sempre achei que era culpa minha, que não tinha dito ou feito a coisa certa", contou Fonda. "Conheço jovens que foram violadas e nem sequer sabem que foi violação".

A atriz, ativista há longos anos pelos direitos das mulheres e apoiante de várias associações de apoio às vítimas de abusos sexuais, já tinha revelado em 2014 que a mãe, Frances Ford Seymour, sofrera abusos sexuais quanto tinha apenas oito anos, tendo acabado por se suicidar aos 42.

Condenando o sistema patriarcal, Fonda referiu também que foi de tal modo condicionada enquanto crescia que desenvolveu a "doença para agradar". "Uma das melhores coisas que fizeram os movimentos de mulheres foi fazer-nos compreender que [a violação e abusos] não são culpa nossa", sublinhou.

Na mesma entrevista, Jane Fonda acrescentou que as atrizes mais jovens devem agora sentir-se "aterrorizadas" devido à exacerbada sexualização da mulher. "Tens de te despir tanto. Ainda há maior ênfase no aspeto", concluiu.

Ler mais

Exclusivos