Já se vê a "barriguinha" de Irina Shayk

Grávida pela primeira vez, fruto da relação com Bradley Cooper, Irina Shayk já tem uma "barriguinha" saliente, conforme se vê nas imagens que correm nas redes sociais

Prestes a celebrar 31 anos, esta sexta-feira, Irina Shayk já tem uma "barriguinha" saliente, como mostram as fotografias tiradas à manequim russa recentemente em Los Angeles, nos EUA, onde andou às compradas na companhia de dois amigos.

As imagens em questão já correram as redes sociais e o bebé que nascerá da relação da ex-namorada de Cristiano Ronaldo com o ator Bradley Cooper já foi apelidado de "a criança mais bonita do Mundo" - ou não fosse a mãe uma das modelos mais requisitadas da atualidade e o pai um galã de Hollywood.

Para além de um primeiro filho em 2017, o ano que agora começou também poderá trazer um casamento para a manequim russa. Desde o mês passado que correm rumores de que Irina e Bradley Cooper, com quem namora há um ano e meio, estão noivos.

Exclusivos

Premium

Leonídio Paulo Ferreira

Nuclear: quem tem, quem deixou de ter e quem quer

Guerrilha comunista na Grécia, bloqueio soviético de Berlim Ocidental ou Guerra da Coreia são alguns dos acontecimentos possíveis para datar o início da Guerra Fria, que alguns até fazem remontar à partilha da Europa em esferas de influência por Churchill e Estaline ainda o nazismo não tinha sido derrotado. Mas talvez 29 de agosto de 1949, faz agora 70 anos, seja a melhor opção, afinal nesse dia a União Soviética fez explodir a sua primeira bomba atómica e o monopólio da arma pelos Estados Unidos desapareceu. Sim, foi o teste em Semipalatinsk que estabeleceu o tal equilíbrio do terror, primeiro atómico e depois nuclear, que obrigou as duas superpotências a desistirem de uma Guerra Quente.