"Isso é o que se chama ter 45 anos" Sofia Vergara responde a críticas no Twitter

No Instagram, a atriz respondeu às criticas ao físico e ao vestido utilizado na 69ª edição dos Emmy

A atriz colombiana Sofia Vergara, que dá vida a Gloria Delgado-Pritchett na série Uma Família Muito Moderna, foi uma das estrelas mais fotografadas na passadeira vermelha da 69ª edição dos Emmy, no domingo.

Vergara levava um vestido justo branco, de estilo sereia, que lhe evidenciava as curvas e mostrava as costas. Mas a indumentária não agradou a alguns seguidores da atriz no Instagram, que criticaram o vestido e o físico de Sofia Vergara na fotografia que a própria partilhou no Instagram, acompanhada pelo filho Manolo Gonzalez Vergara na passadeira vermelha.

"Um pouco flácida a pele na parte das costas, e o vestido não ajuda", escreveu um internauta. E levou resposta: "Isso é o que se chama ter 45 anos", publicou a atriz. "Perfeito. O importante é a personalidade e aceitar os anos", respondeu o mesmo seguidor.

Segundo o El País, a resposta de Vergara não só foi elogiada pelos admiradores como fez com que o comentário com a crítica fosse eliminado da rede social.

A atriz de 45 anos natural de Barranquilha, Colômbia, é, de acordo com a revista Forbes, a mais bem paga da televisão, com um lucro de 43 milhões de euros anuais, devido ao papel que desempenha na série de comédia norte-americana.

Ler mais

Premium

DN Life

DN Life. «Não se trata o cancro ou as bactérias só com a mente. Eles estão a borrifar-se para o placebo»

O efeito placebo continua a gerar discussão entre a comunidade científica e médica. Um novo estudo sugere que há traços de personalidade mais suscetíveis de reagir com sucesso ao referido efeito. O reumatologista José António Pereira da Silva discorda da necessidade de definir personalidades favoráveis ao placebo e vai mais longe ao afirmar que "não há qualquer hipótese ética de usar o efeito placebo abertamente".