Dolores Aveiro também subiu ao palco. E até dançou

Kátia Aveiro cantou na "fanzone" do Real Madrid em Milão. A irmã, a mãe e o sobrinho também lá estiveram

"Estou super entusiasmada. Vou entrar daqui a nada no palco dos aficionados do Real Madrid", disse Kátia Aveiro, em vídeo publicado nas redes sociais, aos fãs da formação espanhola onde joga o irmão, Cristiano Ronaldo, e que hoje disputa no Estádio de San Siro, em Milão, a final da Liga dos Campeões com o Atlético de Madrid.

A cantora atuou na fanzone, mas não foi a única da família a subir ao palco. Dolores Aveiro, mãe de Kátia e do craque português, a irmã Elma e o filho de CR7 quiseram surpreender Kátia e, no final do espetáculo, fizeram companhia à artista. "Olha quem veio ver-me cantar... Agora vamos para dentro do estádio, que um grande jogo nos espera", escreveu Kátia como legenda de uma fotografia de família.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os irados e o PAN

A TVI fez uma reportagem sobre um grupo de nome IRA, Intervenção e Resgate Animal. Retirados alguns erros na peça, como, por exemplo, tomar por sério um vídeo claramente satírico, mostra-se que estamos perante uma organização de justiceiros. Basta, aliás, ir à página deste grupo - que tem 136 000 seguidores - no Facebook para ter a confirmação inequívoca de que é um grupo de gente que despreza a lei e as instituições democráticas e que decidiu fazer aquilo que acha que é justiça pelas suas próprias mãos.

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Falta (transparência) de financiamento na ciência

No início de 2018 foi apresentado em Portugal um relatório da OCDE sobre Ensino Superior e a Ciência. No diagnóstico feito à situação portuguesa conclui-se que é imperativa a necessidade de reformar e reorganizar a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), de aumentar a sua capacidade de gestão estratégica e de afastar o risco de captura de financiamento por áreas ou grupos. Quase um ano depois, relativamente a estas medidas que se impunham, o governo nada fez.