Depardieu diz que bebe 14 garrafas de vinho por dia

O ator francês diz que bebe quando se aborrece e nesses dias pode chegar a esvaziar 14 garrafas de vinho.

"Começo em casa, com champanhe ou vinho tinto antes das 10.00. Depois mais champanhe e a seguir "pastís", talvez meia garrafa. O almoço é acompanhado de duas garrafas de vinho. À tarde, champanhe, cerveja, outra vez "pastís" até às 17.00 para acabar a garrafa. Mais tarde, vodka e/ou whisky". A rotina dos dias em que bebe é contada pelo próprio numa entrevista à revista "Sofilm".

Depardieu admite que quando começa a beber não consegue parar. "Posso beber 12, 13, 14 garrafas de vinho. Justificação: "Quando me aborreço, bebo".

O francês, que se mudou a sua residência para a Rússia por motivos fiscais, garante que nunca fica "completamente bêbedo, só um pouco alegr". E dá ainda a receita para evitar ficar ébrio. "Tudo o que é necessário é dormir uma sesta de dez minutos e já está. Um pouco de vinho rosé e ficas como uma rosa".

O ator, conhecido pelos papéis de Obélix, Cyrano de Bergerac e, mais recentemente, Dominique Strauss-Khan, tem protagonizado vários episódios relacionados com o consumo excessivo de álcool, nomeadamente ao volante. Ja foi operado para pôr um bypass por causa do colesterol "e outras coisas", adiantou.

Gérard Depardieu anunciou recentemente a intenção de vir a produzir vodka biológico. Além de representar, o ator é proprietário de adegas e restaurantes.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Saúde

Empresa de anestesista recebeu meio milhão de euros num ano

Há empresas (muitas vezes unipessoais) onde os anestesistas recebem o dobro do oferecido no Serviço Nacional de Saúde para prestarem serviços em hospitais públicos carenciados. Aquilo que a lei prevê como exceção funciona como regra em muitas unidades hospitalares. Ministério diz que médicos tarefeiros são recursos de "última instância" para "garantir a prestação de cuidados de saúde com qualidade a todos os portugueses".