Cláudio Ramos: "Eu achava que era heterossexual"

O apresentador falou publicamente esta tarde, pela primeira vez, sobre a sua homossexualidade

"Eu achava que era heterossexual". Cláudio Ramos respondeu assim a Daniel Oliveira, na emissão deste sábado de Alta Definição, da SIC, quando este lhe perguntou se sempre soube qual a sua orientação sexual. Na entrevista, o apresentador recordou o dia em que a filha Leonor, então com 9 anos, o questionou. "Ela disse-me: 'Eu vi na Internet (...). Sei que tu és homossexual e sei que não me dizes porque achas que eu vou deixar de gostar de ti'", lembrou Cláudio Ramos, para quem este foi o único momento em que "falhou como pai". "Eu devia ter contado primeiro. É como se abrisse o chão e ficas com tanta vergonha de não teres sido tu a dizeres, ter sido uma miúda de nove anos", acrescentou.

Cláudio Ramos, de 42 anos, falou sobre a infância, durante a qual ele e os irmãos passaram "bastante fome" e da doença de coração que o obriga a fazer exames semanais e a tomar medicação diária. "O meu coração é muito frágil e pode acontecer uma fatalidade a qualquer momento", disse.

Ler mais

Exclusivos

Premium

adoção

Técnicos e juízes receiam ataques pelas suas decisões

É procurador no Tribunal de Cascais há 25 anos. Escolheu sempre a área de família e menores. Hoje ainda se choca com o facto de ser uma das áreas da sociedade em que não se investe muito, quer em meios quer em estratégia. Por isso, defende que ainda há situações em que o Estado deveria intervir, outras que deveriam mudar. Tudo pelo superior interesse da criança.