Atriz Diane Keaton defende Woody Allen: "Continuo a acreditar nele"

Diane Keaton é amiga de longa data do realizador e protagonista de vários dos seus filmes

A atriz Diane Keaton veio a público defender o realizador Woody Allen - com quem teve um relacionamento amoroso -, que nas últimas semanas viu vários atores de Hollywood virarem-lhe as costas depois da filha adotiva Dylan Farrow voltar a acusá-lo de abuso sexual. "Woody Allen é meu amigo e continuo a acreditar nele", escreveu Keaton no Twitter, ao partilhar uma entrevista do Allen ao programa 60 minutos, em 1992.

Dylan Farrow, agora com 32 anos, acusa o realizador de ter abusado sexualmente dela quando ela criança. A acusação é antiga e sempre foi negada por Allen, mas ganhou novo fôlego na sequência do escândalo de assédio sexual que abalou Hollywood. Entretanto, o realizador de 82 anos voltou a negar que alguma vez tenha abusado da filha, num comunicado emitido na semana passada.

Era isso mesmo que Allen fazia também numa entrevista ao programa 60 minutos em 1992, segmento agora partilhado por Diane Keaton, amiga de longa data do realizador, protagonista de vários dos seus filmes - os dois chegaram esmo a ter um relacionamento nos anos 70. Na altura, Allen dizia que tinha passado uns dias ótimos com os filhos, já quando estava em processo de divórcio - depois de ter iniciado um romance com outra filha adotiva de Mia Farrow, Soon-Yi Previn, de 22 anos -, mas garantia que nada tinha acontecido e que esse "não evento" tinha sido transformado numa indústria com advogados, psicólogos e procuradores à mistura.

"As alegações são de que levou Dylan para um sótão e que lhe tocou de forma inapropriada. Há alguma verdade nisto?", questiona o jornalista. Allen responde que estava no "auge de uma batalha muito amarga e acrimoniosa pela custódia das crianças" e que a ideia de que ia "escolher esse momento da sua vida para se tornar num abusador de crianças" não faz sentido. O realizador acusa a ex-mulher, Mia Farrow, de treinar a criança para fazer aquelas acusações.

Ler mais

Exclusivos