Sedução solidária. Socorristas da Cruz Vermelha em novo calendário

Socorristas querem angariar dinheiro para comprar uma nova ambulância

DN
 | foto DR
 | foto DR
 | foto DR
 | foto DR

As socorristas das Cruz Vermelha de Vilela de Paredes voltaram a posar para um calendário sensual. Pela terceira vez, as socorristas pretendem recolher fundos para a instituição mas, se no passado o objetivo era concluir as obras na sede, agora as "modelos" querem comprar uma nova ambulância.

O cariz generoso do calendário, que mostra fotografias de 13 mulheres, é ainda reforçado pelo nome do projeto: sedução solidária.

O calendário já está à venda e as socorristas esperam conseguir cumprir o seu objetivo, tal como fizeram no passado. "Esperamos ter o mesmo sucesso das edições anteriores, nas quais vendemos mais de mil calendários por ano", afirmou Mariana Silva, uma das coordenadores do projeto, ao Jornal de Notícias.

O calendário de 2017 vai ser, no entanto, um pouco, diferente pois vai mostrar que as socorristas podem ser sexy's estando "totalmente fardadas", explicou a coordenadora.

Ao mesmo tempo que pedem apoios para a Cruz Vermelha, as socorristas estão a promover a indústria mobiliária de Paredes. Os cenários das fotografias são empresas ligadas ao mobiliário e a Casa da Cultura de Paredes. A produção do calendário foi ainda patrocinada em parte por empresas da "Rota dos Móveis", slogan da campanha para promover a indústria de mobiliário de Paredes.

O calendário custa cinco euros e pode ser comprado na sede da Delegação de Vilela da Cruz Vermelha ou através do Facebook.