Gérard Depardieu quer ter passaporte argelino

O ator franco-russo, (obteve nacionalidade russa recentemente), afirmou que pretende solicitar um passaporte argelino, o sétimo. E não ficará por aí.

Gérard Depardieu disse ao Journal du Dimanche que "adoraria ter sete passaportes" e que por isso vai pedir o da Argélia e ainda outros. Assumindo como "cidadão dos mundo", o ator franco-russo explica que, com estes passappotes evitará o trabalho de pedir vistos.

Nesta entrevista ao jornal, Depardieu foge à questão sobre os elementos da Pussy Riot, detidas na Rússia, mas referiu-se às ativistas da Femen que estão presas na Tunísia. "Elas não vão ficar na prisão. Há advogados e isso vai resolver-se", afirmou, defendendo que se trata de "feministas corajosas que assumem as suas ações.

Exclusivos

Premium

Alentejo

Clínicos gerais mantêm a urgência de pediatria aberta. "É como ir ao mecânico ali à igreja"

No hospital de Santiago do Cacém só há um pediatra no quadro e em idade de reforma. As urgências são asseguradas por este, um tarefeiro, clínicos gerais e médicos sem especialidade. Quando não estão, os doentes têm de fazer cem quilómetros para se dirigirem a outra unidade de saúde. O Alentejo é a região do país com menos pediatras, 38, segundo dados do ministério da Saúde, que desde o início do ano já gastou mais de 800 mil euros em tarefeiros para a pediatria.