Estrela de "Glee" acusada de pornografia infantil

Mark Salling está indiciado por receção e posse de material pornográfico com jovens raparigas

Mark Salling, que interpretou o papel de Noah "'Puck" Puckerman na série musical Glee, foi acusado de dois crimes relacionados com pornografia infantil. No total, o ator enfrenta uma pena combinada que pode ir até aos 40 anos de prisão. Os crimes cometidos por Salling prendem-se com receção e posse de imagens e vídeos pornográficos com raparigas menores.

Eileen Decker, responsável pela pasta equivalente ao Ministério Público, revelou que o ator concordou em entregar-se às autoridades a 3 de junho. O advogado do estado disse ainda que "as jovens são abusadas cada vez que se tira uma fotografia, cada vez que a mesma é distribuída e cada vez que é vista."

A casa de Mark Salling foi revistada pelo Grupo de Cibercrimes Contra Crianças do Departamento de Polícia de Los Angeles. Alegadamente, as autoridades encontraram centenas de imagens e vídeos de menores, apesar de o processo se basear em três vídeos e uma fotografia. Segundo reporta o Daily Mail, a polícia terá inteirando-se da situação através de uma pista da ex-namorada do ator.

Esta não é a primeira vez que Salling se vê cercado pelas autoridades. Em 2015, o ator foi processado pela ex-namorada Roxanne Gorzela por alegados abusos sexuais. Em causa estava o facto de Puck, em Glee, ter supostamente forçado a namorada da altura em ter sexo desprotegido. Mark Salling acabou por concordar em pagar quase três milhões de euros a Gorzela.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG