Elementos da natureza inspiram designers para o próximo verão

O Pátio da Galé despediu-se de mais uma edição da Moda Lisboa onde as coleções SS 2015 foram apresentadas. As propostas de Dino Alves viveram dos detalhes ondulantes aplicados para criar movimento, assim como as assimetrias quebraram a rigidez dos cortes longos.

Os acessórios do artista plástico Valentim Quaresma ganham vida pela própria dimensão e pela exploração de materiais menos nobres, como o cobre. O trabalho que este artista consegue realizar através da construção de puzzle ajuda a criar um universo de beleza única pela sua presença nos corpos femininos e masculinos.

O fascínio pelo escaravelho levou a designer Catarina Sequeira da Saymyname a desenhar uma coleção que oscila entre o divertido e o incrédulo. "Fascinam-me estes pequenos seres, tão belos nas suas pequenas formas e também tão rejeitados pela maioria das pessoas", confessa Catarina Sequeira, que saber tirar o melhor partido do potencial cromático em peças de corte mais ou menos convencional, o que no conceito da sua marca pode causar estranheza.

Ideias bem produzidas e feitas para mulheres urbanas e modernas.

As 'Ondas' inspiraram Lidija Kolovrat a fazer uma coleção tensa e simultaneamente bela pelo contraste do degradée dos estampados e as formas quer dos vestidos quer das calças justas para homem.

Miguel Vieira desfilou a linha de mulher que volta a ter no branco o seu fio condutor, com um toque de anos 1960.

A terminar, Nuno Gama apresentou a coleção 'Arrábida' rica em pormenores ao nível da estampagem, da aplicação, dos padrões e das cores fortes.

A moda em português vai continuar com o Portugal Fashion que começa dia 22 em Lisboa e, entre os dias 23 e 25, vai para o Porto.

Exclusivos

Premium

Livro

Antes delas... ninguém: mulheres que desafiaram o domínio masculino

As Primeiras - Pioneiras Portuguesas num Mundo de Homens é o livro com as biografias de 59 mulheres que se atreveram a entrar nas profissões só de homens. O DN desvenda-lhe aqui oito dessas histórias, da barrista Rosa Ramalho à calceteira Lurdes Baptista ou às 'Seis Marias' enfermeiras-paraqueditas, entre outras