Dior despede John Galliano

O designer John Galliano foi despedido pela casa Dior pelo seu "comportamento particularmente odioso", escreve a marca em comunicado, depois de ter sido divulgado um vídeo no qual Galliano faz comentários xenófobos e anti-semitas.

Segundo a Dior, a decisão de despedir Galliano foi tomada depois de os responsáveis da marca terem visto o vídeo que circula na Internet, em que o designer faz comentários xenófobos e anti-semitas e admite "adorar Hitler".

"Condeno muito firmemente o que John Galliano disse", declarou o director executivo da marca à BBC, que sustenta que os comentários do designer "contrariam totalmente os valores que Christian Dior sempre defendeu".

No vídeo, Galliano aparece numa conversa informal, num restaurante, na qual alguém lhe pergunta se é louro, ao que o designer responde "não, mas adoro Hitler".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG