Depois da Barbie, chegou a mudança no Ken

Um artista gráfico aposta na diversidade racial e de formas corporais de bonecos masculinos

Menos de uma semanal depois de a Barbie ter expandido a sua linha com a introdução de três novos tipos de corpos, alto, curvilíneo e pequeno e uma variedade de tons de pele, penteados e roupas, chegou a vez de o Ken sofrer uma mudança de visual em prole da diversidade.

A iniciativa não surge da parte da empresa que detém o famoso boneco, a Mattel, mas sim do artista gráfico Jamie Phillips, que desenhou vários tipos de Ken, com variados tons de pele, estilos de roupa e formas corporais - e há de tudo, desde o musculado ao "barrigudo", passando pelo careca e pelo "hipster".

Os novos Ken foram criados por Jamie Phillips em parceria com a plataforma de vendas online Lyst. "Os homens também precisam de seguir modelos de plástico. O Ken tem sido uma das maiores influências de roupa masculina nos últimos 50 anos e, tal como a Barbie, também precisa de uma mudança de visual de vez em quando", contou ao Mashable a diretora da Lyst, Katherine Ormerod, acrescentando que quer comercializar os bonecos em breve.

Exclusivos