Charlie Sheen diz consumiu mais do que alguém aguentaria

O actor norte-americano garante que se livrou das drogas mas admite que, no passado, fumava sete pedras de crack por dia.

É uma vida de excessos aquela que Charlie Sheen admite ter vivido. E gaba-se disso.

O actor, que viu a sua série "Dois Homens e Meio" cancelada na sequência dos escândalos sexuais e relacionados com abuso de álcool e drogas, confessou, numa entyrevista ao programa "Good Morning America", que, nos seus piores tempos, fumava sete pedras de crack por dia.

"A última vez que consumi drogas provavelmente consumi mais do que alguém aguentaria", afirmou. "A minha vida agora é perfeita. Não se compara. São realidades diferentes", acrescentou, dizendo-se "orgulhoso" do que viveu. "Foi radical. Porque é que não estaria?", questionou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG