Casa Real espanhola não comenta tensão entre Letízia e Sofia

Fonte oficial do Palácio da Zarzuela afirmou a uma publicação espanhola que não vão fazer comentários sobre a discussão entre a rainha e a sogra à saída da missa da Páscoa

Foi à saída da missa de domingo de Páscoa, na Catedral de Palma de Maiorca, que o impensável aconteceu. A família real espanhola, como é hábito, foi à homília junta. Mas no fim, viveu-se um momento de tensão.

Segundo a revista Holla, a Casa Real espanhola não fará comentários sobre esta situação que envolveu a rainha Letízia e a sogra Sofia.

As duas tiveram uma discussão que foi captada num vídeo posteriormente divulgado na internet. Na gravação vê-se como a rainha se dirige à sogra numa tentativa de frustrar os intentos da octogenária, que posava para uma fotografia com as netas, Sofia, 10 anos, e Leonor, 12.

Posteriormente, outro assunto tem dado que falar. No final do vídeo, depois da foto oficial, Sofia beija Leonor e Letízia vai atrás, fazendo um mimo à filha que sugere que estava a limpar o beijo da avó, conforme se pode ver no vídeo partilhado pela revista Diez Minutos no YouTube.

Um dos comentários a esta situação foi o de Marie-Chantal da Grécia, prima do rei de Espanha, que escreveu um comentário no Twitter. "Isto é verdade? É horrível. Deixa-me muito irritada. Nenhuma avó merece este tipo de tratamento! Uau, ela mostrou-se como realmente é", lê-se.

Pouco depois partilhava uma foto de família, cuja legenda elogiava Juan Carlos e Sofia de Espanha: "Felizes avós. A família é tudo"

Entretanto, Álvaro de Marichalar, irmão de Jaime de Marichalar e ex-cunhado da infanta Elena, comentou a situação à Holla dizendo que Letízia tem "motivos para pedir perdão" uma vez que a situação contra a rainha emérita, a qual "representa todos os espanhóis", põe em causa "a instituição" monarquia.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG