Capa sensual de Miranda Kerr retirada de supermercado

A Coles suspendeu a venda da revista 'Harper's Baazar' após ter sido alvo de queixas de vários clientes

A fotografia de Miranda Kerr totalmente nua na edição de janeiro/fevereiro da Harper's Bazaar continua a dar que falar. A cadeia de supermercados australiana Coles ordenou que fossem retiradas todas as cópias desta revista alegando as queixas que foram recebidas por parte dos clientes.

A sensualidade da manequim australiana, que surge apenas de sapatos na capa da Harper's Bazaar, não foi bem recebida por quem costuma fazer compras naquela superfície comercial. "Em resposta ao feedback que recebemos dos nossos clientes, vários dos quais costumam fazer compras com os seus filhos, decidimos suspender a venda da revista no início desta semana", justificou o porta-voz da Coles, citado pelo The Guardian.

Kellie Hush, diretora executiva da Harper"s Bazaar, lamentou a decisão tomada pela cadeia de supermercados australiana. "Tivemos um feedback tão positivo por todo o mundo", argumentou. "É uma pena que a Coles não reconheça a integridade artística desta imagem", acrescentou.

A fotografia de Miranda Kerr tem dividido opiniões. Na página de Facebook da revista houve quem elogiasse a capa, mas houve também quem considerasse que a mesma poderia estar numa revista como a Playboy.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG