Atleta olímpico foi de arnês para a Passadeira Vermelha

Adam Rippon, 28 anos, o primeito atleta gay norte-americano a competir nos Jogos Olímpicos de Inverno, quebrou completamente o "dress code" da Passadeira Vermelha dos Óscares ao usar um arnês debaixo do smoking

Quem disse que não se pode quebrar a tradição na Passadeira Vermelha dos Óscares? Nesta 90ª edição, a ousadia coube ao patinador norte-americano Adam Rippon, de 28 anos, o atleta olímpico que foi o primeiro norte-americano gay a competir nos Jogos Olímpicos de inverno. Rippon usou um arnês por baixo do smoking preto, para além de um laço preto ao pescoço e de uns sapatos sem meias. Só para ser diferente.

Um visual da Moschino inspirado no sadomasoquismo que conquistou muitos fãs nas redes sociais assim que a fatiota foi parar à internet, contou o The New York Times.

"Algures no Céu, Oscar Wilde, Harvey Milk, James Baldwin e Michelangelo acabaram de partilhar uma margarita", brincou no twitter Chris Rovzar, da consultora Bloomberg.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG