Amy Winehouse morreu vítima de "intoxicação alcoólica"

A justiça britânica confirmou hoje a morte acidental da cantora por abuso de álcool, após o reexame das conclusões do primeiro inquérito.

A artista de 27 anos tinha, no momento da sua morte em julho de 2011, 416 mg de álcool por decilitro de sangue.

O processo está a ser reexaminado porque o primeiro médico legista não tinha os anos de experiência necessária.

Shirley Radclife, a médica legista do tribunal de St. Pancras, disse que Winehouse morreu devido a "intoxicação alcoólica", acrescentando que o nível de álcool no seu sangue "está normalmente associado com a morte".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG